LENÇOIS, LENÇOIS ... Filosofia por Daniel Bastos


Quando vi o blog Noble Savage mostrando lençois de todos os tipos, não pude resistir e comecei a escrever esse post.
Lençois macios e gostosos de algodão, lençois pintados a mão lençois, lençois, lençois....


LENÇOIS, LENÇOIS ....


"The best way to learn a foreign language is under the sheets."
Ditado popular inglês


Vamos ser sinceros aqui: não há nada como uma cama. Sim, a cama. Desculpem- me os apologistas do trabalho, os moralistas de plantão e os defensores do dever acima de tudo: nem só de pão vive o homem. No sétimo dia, Deus parou para descansar. Em sua odisséia de retorno a Ítaca, Ulisses sonhava com o seu leito, e de estar entre os lençois, junto com sua amada Penélope. Lembram-se de que foram vinte anos de sofrimentos e aventuras, tendo que matar muito mais que um leão por dia!..... Que leão!?! Ele enfrentou a ira dos Deuses e de Medusa, cíclopes, feiticeiras, doenças, tédio, morte, ,...lutou contra tudo isso pensando em sua amada e no descanso merecido que deveria desfrutar após 10 anos de guerra contra Tróia.
Somos todos Ulisses: ao fim de nossa aventura cotidiana, após quebrar muita pedra na labuta diária, sonhamos com o regresso à nossa Ítaca e encontrar lá uma cama arrumada, com lençois limpos e cheirosos.
Ah lençois! São parte fundamental, junto com o colçhão, de uma boa noite de sono. Aqueles lençois macios de algodão, que nos garantem a tranquilidade e o descanço, são um convite e uma tentação para nos atirarmos neles como uma criança ao ver seu novo presente de natal. Lençois e cama foram feitos, principalmente, para dormir. Mas contra essa norma, que é quase estabelecida, diariamente lhe acrescentamos outras tareferas - na cama, por entre os lençois, vemos tv, lemos, estudamos, comemos, namoramos, discutimos a relação – quanta pazes já foram seladas, quantas separações já foram consumadas sob uma cama entre os lençois!– e gente, vejam, além de tudo isso, é o melhor lugar para se aprender uma lingua estrangeira!

Daniel Bastos é graduado em Filosofia, adora escrever e amante da boa culinária.

Comentários

Postar um comentário

Fala aí gente...